METODOLOGIA

Princípios do IPS

O Índice de Progresso Social e suas Dimensões

A estrutura do Índice de Progresso Social está focada em três questões diferentes, mas relacionadas:

Essas três questões norteadoras definem as três dimensões do Índice de Progresso Social: Necessidades Humanas Básicas, Fundamentos para Bem-estar e Oportunidades.

Para avaliar cada uma dessas dimensões, é preciso decompô-las em componentes específicos que, em conjunto, permitem medir o Progresso Social.

Estrutura ips O Índice de Progresso Social, suas dimensões e componentes.

A primeira dimensão, Necessidades Humanas Básicas, avalia se um país e/ou região tem condições de prover as necessidades essenciais de sua população. Essa dimensão mede se as pessoas têm comida suficiente, se estão recebendo cuidados médicos básicos, se possuem acesso à água potável, se têm acesso adequado à habitação com serviços básicos e se estão seguras e protegidas.

A segunda dimensão, Fundamentos para o Bem-estar, mede se uma população possui acesso a uma educação básica de qualidade e à comunicação e se tem condições de viver com saúde, bem-estar e qualidade de vida. Essa dimensão também avalia se a sociedade consegue viver de forma ambientalmente sustentável e se está garantindo a existência dos recursos naturais (floresta, água) para as gerações futuras.

Por fim, a terceira dimensão, Oportunidades, mede o grau em que uma sociedade é livre de restrições sobre os seus próprios direitos e os seus indivíduos são capazes de tomar suas próprias decisões; e se existem preconceitos ou hostilidades que impedem os indivíduos de atingirem pleno potencial. Essa dimensão inclui também o grau da educação superior na Amazônia, pois conhecimentos avançados e habilidades ampliam as oportunidades para as pessoas.

O IPS nos municípios da Amazônia

As dimensões possuem componentes que contêm indicadores, que, ao serem combinados, produzem um determinado nível de progresso social. Para a Amazônia foram selecionados indicadores que satisfazem as questões-chave para as três dimensões.

O cálculo do IPS obedeceu à metodologia elaborada pela Social Progress Imperative, sendo adaptada para a realidade dos municípios amazônicos. Os 43 indicadores selecionados pelo Imazon foram agrupados nos 12 componentes e nas três dimensões. O índice é a média simples dos valores de progresso social dessas três dimensões. Por sua vez, cada dimensão corresponde à média simples dos índices obtidos dos seus quatro componentes.

Estes foram obtidos a partir da Análise Fatorial de Componentes Principais (AFCP) entre os indicadores. Ademais, a validade e confiabilidade da AFCP para cada componente foram verificadas pelas análises Kaiser-Meyer-Olkin (KMO) e alfa de Cronbach. Os mapas apresentam os municípios segundo cinco classes de IPS. Estas categorias foram definidas pela quebra natural dos dados (natural breaks). O IPS varia de uma escala de 0 a 100. Esta escala identifica o melhor e o pior desempenho municipal sobre cada indicador avaliado na Amazônia nos últimos cinco anos.

Para maiores detalhes sobre a metodologia para criar o IPS, acesse o relatório do Índice de Progresso Social na Amazônia.

Fotos: Rafael Araújo

Iniciativa

Iniciativa

Realização

Realizacao

Parceria de realização

Parceria realizacao small

Em parceria com

Apoio tecnico

Apoio

Apoio